Capítulo 4 - CAPITAL SOCIAL
Art. 17 - O Capital da Cooperativa é ilimitado quanto ao máximo, variando conforme o número de quotas-partes subscritas, não podendo entretanto ser inferior a R$ 10.000,00 (dez mil reais), correspondentes a 10.000 (dez mil) quotas-partes.
PARÁGRAFO PRIMEIRO - O Capital é subdividido em quotas-partes sendo que uma quota-parte corresponde a uma unidade monetária - R$ 1,00 (Hum real).
PARÁGRAFO SEGUNDO - No caso de alteração do padrão monetário, o Capital será automaticamente convertido à nova unidade, devendo as frações resultantes serem transferidas para o Fundo de Reserva.
PARÁGRAFO TERCEIRO - A quota-parte é indivisível e intransferível a não associados, não poderá ser negociada de nenhum modo, nem data em garantia e todo seu movimento, subscrição, realização, transferência e restituição, será sempre escriturado no livro ou ficha de Matrículas.
PARÁGRAFO QUARTO - O associado obriga-se subscrever no mínimo, 500 (quinhentas) quotas-partes e no máximo tantas quantas cujo valor não exceda a 1/3 (um terço) do total do Capital subcrito.
PARÁGRAFO QUINTO - As quotas-partes depois de integralizadas, poderão ser transferidas entre associados, mediante autorização da Assembléia Geral e o pagamento da taxa de 5% (cinco por cento) sobre seu valor, respeitando o limite de 1/3 (um terço) do valor do Capital subscrito para cada associado.
PARÁGRAFO SEXTO - O associado deverá integralizar suas quotas-partes em 05 (cinco), pagamento mensais iguais e consecutivos.

Capítulo 1 - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, ÁREA E EXERCÍCIO SOCIAL Capítulo 2 - DOS OBJETIVOS Capítulo 3 - DOS ASSOCIADOS Capítulo 5 - ASSEMBLÉIA GERAL Capítulo 6 - DIRETORIA Capítulo 7 - CONSELHO FISCAL Capítulo 8 - DAS ELEIÇÕES Capítulo 9 - BALANÇOS, DESPESAS, SOBRAS. PERDAS E FUNDOS Capítulo 10 - DOS LIVROS Capítulo 11 - DISSOLUÇÃO E LIQUIDAÇÃO Capítulo 12 - DISSOLUÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS

Copyright 2007©Todos os direitos reservados.

COOPANEST-DF - Cooperativa dos Anestesiologistas do Distrito Federal

Desenvolvido e atualizado por:

BmaisWeb

DÚVIDAS | GALERIA | EVENTOS | CONVÊNIOS | ASSOCIE-SE | ÁREA RESTRITA
Capítulo 4 - CAPITAL SOCIAL
Art. 17 - O Capital da Cooperativa é ilimitado quanto ao máximo, variando conforme o número de quotas-partes subscritas, não podendo entretanto ser inferior a R$ 10.000,00 (dez mil reais), correspondentes a 10.000 (dez mil) quotas-partes.
PARÁGRAFO PRIMEIRO - O Capital é subdividido em quotas-partes sendo que uma quota-parte corresponde a uma unidade monetária - R$ 1,00 (Hum real).
PARÁGRAFO SEGUNDO - No caso de alteração do padrão monetário, o Capital será automaticamente convertido à nova unidade, devendo as frações resultantes serem transferidas para o Fundo de Reserva.
PARÁGRAFO TERCEIRO - A quota-parte é indivisível e intransferível a não associados, não poderá ser negociada de nenhum modo, nem data em garantia e todo seu movimento, subscrição, realização, transferência e restituição, será sempre escriturado no livro ou ficha de Matrículas.
PARÁGRAFO QUARTO - O associado obriga-se subscrever no mínimo, 500 (quinhentas) quotas-partes e no máximo tantas quantas cujo valor não exceda a 1/3 (um terço) do total do Capital subcrito.
PARÁGRAFO QUINTO - As quotas-partes depois de integralizadas, poderão ser transferidas entre associados, mediante autorização da Assembléia Geral e o pagamento da taxa de 5% (cinco por cento) sobre seu valor, respeitando o limite de 1/3 (um terço) do valor do Capital subscrito para cada associado.
PARÁGRAFO SEXTO - O associado deverá integralizar suas quotas-partes em 05 (cinco), pagamento mensais iguais e consecutivos.

Capítulo 1 - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, ÁREA E EXERCÍCIO SOCIAL Capítulo 2 - DOS OBJETIVOS Capítulo 3 - DOS ASSOCIADOS Capítulo 5 - ASSEMBLÉIA GERAL Capítulo 6 - DIRETORIA Capítulo 7 - CONSELHO FISCAL Capítulo 8 - DAS ELEIÇÕES Capítulo 9 - BALANÇOS, DESPESAS, SOBRAS. PERDAS E FUNDOS Capítulo 10 - DOS LIVROS Capítulo 11 - DISSOLUÇÃO E LIQUIDAÇÃO Capítulo 12 - DISSOLUÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS